Última hora

Última hora

Tudo o que precisa de saber sobre a crise no Burkina Faso

Em leitura:

Tudo o que precisa de saber sobre a crise no Burkina Faso

Tamanho do texto Aa Aa

O Burkina Faso mergulhou na crise no fim de outubro, quando as tensões sobre o futuro do presidente Blaise Compaoré se exacerbaram, com manifestantes a pegarem fogo ao Parlamento.

Nestes parágrafos, analisamos a história por trás da crise.

Onde está localizado o Burkina Faso?

É um país rodeado por fronteiras terrestres, a maior das quais a norte, com o Mali. A leste está a República do Niger e a sul, a Costa do Marfim, o Benin, o Gana e o Togo.

Qual é o passado do país?

Com uma população de perto de 17 milhões, foi uma colónia francesa. Antes com o nome de Alto Volta , conquistou a independência em 1960.

Sofreu uma série de golpes de Estado nas duas décadas seguintes até que, em 1983, Thomas Sankara (apelidado de “Che Guevara Africano”) se tornou no líder do país, na sequência de mais uma luta interna pelo poder.

Um ano mais tarde, mudava de nome para Burkina Faso.

Em 1987, Sankara foi afastado do poder e morto num golpe orquestrado pelo até então aliado Blaise Compaoré, o homem no centro dos protestos de 2014.

Compaoré introduziu um número limitado de reformas democráticas, antes de ser eleito presidente, sem oposição, em 1991, tornando-se num dos líderes africanos que mais tempo passou à frente de um país. Cumpriu dois mandatos de sete anos, alterando depois a Constituição para poder manter-se no poder durante mais dois períodos consecutivos de cinco anos.


Dados-chave do Burkina Faso:


  • População: 16,93 milhões (2013)
  • PIB: 9.250 milhões de euros (2013)
  • PIB per capita: €546,35 (2013)
  • Crescimento do PIB: 6.5%
  • Inflação: 0.5%
  • Principais indústrias: o Burkina Faso é o maior produtor de algodão de África. Com a descoberta de importantes reservas minerais, as exportações de ouro aumentaram exponencialmente, para níveis recorde, nos últimos três anos, segundo o Banco Mundial.
  • Taxa de pobreza: 46% (2009)
  • Esperança de vida: 56 anos
  • Mortalidade infantil: 65 mortes por 1.000 nados-vivos (2010)
  • Desenvolvimento global: O Índice de Desenvolvimento Humano da ONU coloca o país na posição 181 de um total de 187 países, com uma subida de dois lugares em relação ao ano passado.

Source: The World Bank



Como começou a crise?

Na origem da violência estiveram propostas de alterações constitucionais, que permitiriam a Compaoré continuar a governar o país, por mais cinco anos.

Num sinal da crise que estava para vir, membros do partido governante tinham abandonado a formação no início do ano, para formar um novo movimento político com o objetivo de desafiar o presidente.

Como é visto Blaise Compaoré no Ocidente?

O Burkina Faso tornou-se num ator central, como mediador das crises regionais e é um aliado do Ocidente nas operações contra grupos islâmicos radicais na África Ocidental, sobretudo no norte do Mali.

Apesar de ser um aliado da França e dos Estados Unidos, Compaoré era próximo do antigo líder líbio Muammar Khaddafi, bem como de Charles Taylor, ex-dirigente da Libéria considerado culpado de crimes contra a humanidade.

Qual é o estado da economia do país?

É o quarto produtor de ouro do continente africano, mas também um dos países mais pobres do mundo, com 46 por cento dos habitantes abaixo do limiar da pobreza.