Última hora

Última hora

Militares israelitas matam palestiniano que andava aos ninhos

Em leitura:

Militares israelitas matam palestiniano que andava aos ninhos

Tamanho do texto Aa Aa

Tensão na Faixa de Gaza durante o funeral do palestiniano abatido pelo exército israelita no campo de refugiados de Djabalia, quando procurava ninhos de pássaros perto da fronteira com Israel.

O homem de 32 anos é a primeira vítima fatal desde o acordo de cessar-fogo concluído em agosto, após quase dois meses de guerra que resultaram na morte de mais de dois mil palestinianos e 70 israelitas.

Na Cisjordânia, na aldeia de Khirbet Abu Falah, uma família palestiniana acusa os colonos judeus de lhe terem incendiado a casa. O fogo danificou um quarto da habitação sem no entanto provocar feridos.

Um vizinho conta, “Recebi um telefonema dizendo que os colonos entraram na aldeia e fui com meu filho e quando estávamos a chegar a casa fugiram mas tudo ardia”.

Nas paredes os atacantes deixaram inscrições em hebraico “vingança de sangue” e “ mortes aos árabes”. A polícia israelita diz estar a investigar o incidente.