Última hora

Última hora

O que muda na Lituânia com a chegada do euro a 1 de janeiro?

A equipa do Real Economy deslocou-se, nesta última edição de 2014, à Lituânia, o último país do Báltico a aderir à moeda única europeia. A partir de

Em leitura:

O que muda na Lituânia com a chegada do euro a 1 de janeiro?

Tamanho do texto Aa Aa

A equipa do Real Economy deslocou-se, nesta última edição de 2014, à Lituânia, o último país do Báltico a aderir à moeda única europeia. A partir de 1 de janeiro, os euros vão começar a circular nas carteiras dos lituanos. Numa primeira fase de transição, que vai durar 15 dias, andarão lado a lado com as Litas, a moeda lituana. Mas o que vai mudar na Lituânia com a entrada na zona euro? O que podem esperar os lituanos?

É a estas perguntas que nos propomos responder nesta edição de Real Economy. Para isso, estivemos em Vílnius, a capital da Lituânia. Falámos com alguns comerciantes, escutámos as expectativas de alguns e as preocupações de outros. Giovanni Magi levou essas preocupações até ao Presidente da Administração do Banco Central Lituano, Vitas Vasiliauskas. Maithreyi Seetharaman apresentou-as ao primeiro-ministro, Algirdas Butkevičius.

Para tentar perceber os receios existentes em torno da adesão ao euro, deslocamo-nos também à Polónia. É uma das economias de crescimento mais sustentado na Europa de Leste e, por isso, está ainda a ponderar se vale de facto a pena aderir à moeda única. Sarah Chappel conversou, em Varsóvia, com a proprietária de uma “start up” do setor da cosmética e com um economista ligado ao Banco Mundial. Escutámos prós e contras à adesão da Polónia ao euro. Descubra o que nos disseram os polacos. Saiba o que esperam os lituanos depois dos foguetes da passagem de ano. Está tudo aqui, no último Real Economy de 2014.