Última hora

Em leitura:

Presidente da companhia aérea malaia fala de um pesadelo


mundo

Presidente da companhia aérea malaia fala de um pesadelo

A maior transportadora aérea de baixo custo da Ásia promete reforçar a aposta na segurança, um dia depois do avião da AirAsia ter desaparecido sem deixar rasto

O presidente da companhia aérea malaia já lamentou o sucedido e fala de um pesadelo sem precedentes.

O que aconteceu com o aparelho é para já uma incógnita, mas as consequências estão à vista. As ações da companhia malaia registam, esta segunda-feira, as maiores quedas dos últimos três anos e o medo ameaça afastar os passageiros. Um sentimento que dominava todos aqueles que esta manhã se preparavam para fazer a ligação entre a Indonésia e Singapura.

“Queria cancelar o meu voo, mas o meu pai disse-me para não o fazer e para manter a fé” refere Angela Okta, passageira da AirAsia.

“Estavamos preocupados, mas chegamos demasiado tarde para cancelar o voo. Por isso, resolvemos arriscar” acrescenta Erick Wiranata, passageiro da AirAsia

O acidente com o avião – operado pela filial indonésia – é o primeiro desde que o empresário Tony Fernandes comprou a empresa em 2001.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Avião da AirAsia estará no "fundo do mar"