Última hora

Última hora

França: Dieudonné foi acusado de "apologia do terrorismo" e vai ser julgado

O polémico humorista francês Dieudonné, detido esta manhã, na sequência de declarações na sua página do Facebook, foi formalmente acusado de

Em leitura:

França: Dieudonné foi acusado de "apologia do terrorismo" e vai ser julgado

Tamanho do texto Aa Aa

O polémico humorista francês Dieudonné, detido esta manhã, na sequência de declarações na sua página do Facebook, foi formalmente acusado de “apologia do terrorismo” e vai ser julgado.

Dieudonné tinha sido detido para interrogatório, por ter escrito que se sentia “Charlie Coulibaly”, em referência ao terrorista, autor do sequestro no supermercado Hyper Cacher, do qual resultou a morte de quatro pessoas de confissão judia.

A decisão surge na linha das declarações do primeiro-ministro, Manuel Vals, que no discurso na Assembleia Nacional pediu uma justiça implacável

“Que afronta ver um reincidente do ódio manter um espetáculo com casa cheia, ao mesmo tempo em que no sábado, a nação se recolhia na Porte de Vincennes. Não deixemos passar isto e que a justiça seja implacável para com este pregador do ódio. Declaro-o com imensa força nesta tribuna da Assembleia Nacional”, afirmou.

No poste, no Facebook, entretanto suprimido, Dieudonné escreveu ainda que participou na manifestação histórica de domingo, classificando-a ironicamente de instante mágico, semelhante ao Big Bang que criou o universo.

O advogado de Dieudonné reagiu perguntando se a França é o pais da liberdade de expressão, para concluir que o governo deu a resposta com a detenção do seu cliente.

Todos os espetáculos do humorista, conhecido pelo humor antisemita, foram cancelados.