Última hora

Última hora

Ucrânia: Separatistas tentam encurralar as forças de Kiev

Confrontos cada vez mais ferozes em torno da cidade estratégica de Debaltseve. Aqui, combatentes rebeldes entregaram-se à luta sangrenta para tentar

Em leitura:

Ucrânia: Separatistas tentam encurralar as forças de Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

Confrontos cada vez mais ferozes em torno da cidade estratégica de Debaltseve. Aqui, combatentes rebeldes entregaram-se à luta sangrenta para tentar cercar as forças ucranianas.

Em estado de choque, as famílias que vivem perto da frente de combates estão tentar deixar a zona.

“De repente houve uma explosão. Eu nem sequer percebi o que realmente aconteceu. Segundos depois, outra explosão e vejo corpos. Eu tive medo. Muitas pessoas foram mortas”.

Monitores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa pediram um cessar-fogo de três dias ao redor da cidade sitiada para permitir a evacuação de civis apanhados no fogo cruzado.

Em Leninsky distrito de Donetsk, o terminal de autocarros e área circundante foram bombardeados e acredita-se que a ofensiva não fique por aqui.

A maioria dos rebeldes feridos são tratados do outro lado da fronteira em hospitais russos onde ficam apos após cirurgias iniciais.

“Eles trouxeram para Rovenky. Mas, durante a cirurgia, não removeram os estilhaços do peito. Na manhã seguinte fui transportado para aqui”.

Um desses centros em questão situa-se na cidade de Azov, na região Rostov da Rússia.

Desde abril último, mais de 5.000 pessoas foram mortas no conflito entre separatistas apoiados pela Rússia e as forças regulares ucranianas.