Ucrânia: Separatistas tentam encurralar as forças de Kiev

Ucrânia: Separatistas tentam encurralar as forças de Kiev
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Confrontos cada vez mais ferozes em torno da cidade estratégica de Debaltseve. Aqui, combatentes rebeldes entregaram-se à luta sangrenta para tentar

PUBLICIDADE

Confrontos cada vez mais ferozes em torno da cidade estratégica de Debaltseve. Aqui, combatentes rebeldes entregaram-se à luta sangrenta para tentar cercar as forças ucranianas.

Em estado de choque, as famílias que vivem perto da frente de combates estão tentar deixar a zona.

“De repente houve uma explosão. Eu nem sequer percebi o que realmente aconteceu. Segundos depois, outra explosão e vejo corpos. Eu tive medo. Muitas pessoas foram mortas”.

Monitores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa pediram um cessar-fogo de três dias ao redor da cidade sitiada para permitir a evacuação de civis apanhados no fogo cruzado.

Em Leninsky distrito de Donetsk, o terminal de autocarros e área circundante foram bombardeados e acredita-se que a ofensiva não fique por aqui.

A maioria dos rebeldes feridos são tratados do outro lado da fronteira em hospitais russos onde ficam apos após cirurgias iniciais.

“Eles trouxeram para Rovenky. Mas, durante a cirurgia, não removeram os estilhaços do peito. Na manhã seguinte fui transportado para aqui”. Um desses centros em questão situa-se na cidade de Azov, na região Rostov da Rússia.

Desde abril último, mais de 5.000 pessoas foram mortas no conflito entre separatistas apoiados pela Rússia e as forças regulares ucranianas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Forças armadas ucranianas negam responsabilidade no ataque a mercado de Donetsk

25 mortos após bombardeamento a mercado na Ucrânia ocupada pela Rússia

Ucrânia anuncia o primeiro ataque com mísseis norte-americanos ATACM