Última hora

Última hora

Houve força desnecessária na morte de sem-abrigo em Los Angeles?

Em leitura:

Houve força desnecessária na morte de sem-abrigo em Los Angeles?

Houve força desnecessária na morte de sem-abrigo em Los Angeles?
Tamanho do texto Aa Aa

A divulgação de um vídeo amador do momento em que um sem-abrigo é morto a tiro pelas forças da ordem, em Los Angeles, relançou as críticas contra a violência policial nos Estados Unidos.

O presidente da Câmara da metrópole norte-americana, Eric Garcetti, garantiu que haverá um “inquérito meticuloso”. A mesma promessa foi feita pelo chefe da Polícia de Los Angeles, que assumiu uma postura defensiva.

Os polícias envolvidos no incidente receberam treino especial para lidar com sem-abrigo e pessoas com problemas mentais.

Charlie Beck disse que “os agentes envolvidos no incidente fazem parte da iniciativa intitulada ‘Cidades Mais Seguras’ e receberam treino especial para lidar com desalojados e pessoas com problemas mentais. Vários participaram num treino exaustivo sobre problemas mentais”.

De acordo com o diretor da ONG Union Rescue Mission, que assiste os sem-abrigo de Los Angeles, o homem alvejado pela polícia, que tinha a alcunha de “África”, tinha um historial de comportamento errático e violento.

Mas outro sem-abrigo que o conhecia, diz que “havia polícias suficientes no local para o conter, com ou sem problemas mentais. Tratou-se de um uso desnecessário de força bruta”.

A intervenção policial ocorreu na sequência de um roubo. Segundo os relatos oficiais, foi a tentativa do sem-abrigo para agarrar a arma de um dos polícias que precipitou o tiroteio.