This content is not available in your region

Israel: Declarações polémicas de Avigdor Lieberman

Access to the comments Comentários
De  Fernando Peneda  com Reuters
Israel: Declarações polémicas de Avigdor Lieberman

<p>Tendo como pano de fundo as eleições parlamentares da próxima semana, pela primeira vez quatro partidos da minoria árabe israelita uniram-se numa aliança que poderá, segundo as últimas sondagens, vir a ser a terceira formação política mais votada.</p> <p>Perante as câmaras de televisão o ultranacionalista Avigdor Lieberman, atual ministro dos Negócios Estrangeiros, fez declarações polémicas.</p> <p>“Gostava de dizer que quem está connosco, deve ter tudo o que deseja. Mas, a quem está contra nós, não há nada a fazer senão pegar num machado e cortar-lhes a cabeça. De outra forma não sobreviveremos”, disse Lieberman.</p> <p>O partido liderado pelo responsável pela diplomacia israelita está sozinho na corrida eleitoral, ao contrário de 2013, em que se aliou ao Likud.</p> <p>Como em Israel nunca nenhum partido ganhou a maioria no Parlamento, a Lista Árabe Conjunta pode vir a ter um papel importante na formação de uma coligação parlamentar.</p>