Israel: Declarações polémicas de Avigdor Lieberman

Israel: Declarações polémicas de Avigdor Lieberman
Direitos de autor 
De  Fernando Peneda com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Tendo como pano de fundo as eleições parlamentares da próxima semana, pela primeira vez quatro partidos da minoria árabe israelita uniram-se numa

PUBLICIDADE

Tendo como pano de fundo as eleições parlamentares da próxima semana, pela primeira vez quatro partidos da minoria árabe israelita uniram-se numa aliança que poderá, segundo as últimas sondagens, vir a ser a terceira formação política mais votada.

Perante as câmaras de televisão o ultranacionalista Avigdor Lieberman, atual ministro dos Negócios Estrangeiros, fez declarações polémicas.

“Gostava de dizer que quem está connosco, deve ter tudo o que deseja. Mas, a quem está contra nós, não há nada a fazer senão pegar num machado e cortar-lhes a cabeça. De outra forma não sobreviveremos”, disse Lieberman.

O partido liderado pelo responsável pela diplomacia israelita está sozinho na corrida eleitoral, ao contrário de 2013, em que se aliou ao Likud.

Como em Israel nunca nenhum partido ganhou a maioria no Parlamento, a Lista Árabe Conjunta pode vir a ter um papel importante na formação de uma coligação parlamentar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Altos comandantes militares iranianos anunciam que operação contra Israel "foi concluída"

Vingança, geopolítica e ideologia: porque é que o Irão atacou Israel?

O que são as defesas aéreas de Israel? E porque é que são tão eficazes?