Última hora

Última hora

Líder da Irmandade muçulmana arrisca pena de morte

Um tribunal egípcio pede pena de morte para o líder da Irmandade Muçulmana, Mohamed Badie e para outros 13 membros do grupo, por incitar ao caos e

Em leitura:

Líder da Irmandade muçulmana arrisca pena de morte

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal egípcio pede pena de morte para o líder da Irmandade Muçulmana, Mohamed Badie e para outros 13 membros do grupo, por incitar ao caos, planeando ataques contra a polícia e as instituições do exército.

O tribunal designado por Grande Mufti, a mais alta representação jurídica islâmica do país, deve pronunciar-se pela sentença capital a 11 de abril, mas os réus podem recorrer da mesma.

O Egito prendeu milhares de pessoas ligadas à Irmandade Muçulmana desde que o exército derrubou o presidente islamita Mohamed Mursi do poder, em julho de 2013.

O atual Presidente, Abdel Fattah al-Sisi, que como chefe do exército derrubou Mursi, descreve a Irmandade como uma grande ameaça à segurança.