Última hora

Última hora

Germanwings/Lufthansa: "Sentimos muito"

No local do despenhamento, o diretor-geral da Lufthansa diz-se "muito, muito desolado" mas recusa responder aos jornalistas

Em leitura:

Germanwings/Lufthansa: "Sentimos muito"

Tamanho do texto Aa Aa

Uma coroa de flores e um pedido formal de desculpas. O diretor-geral da Lufthansa e o seu homólogo da Germanwings estiveram, esta quarta-feira, no local do despenhamento do A320, nos Alpes Franceses.

Point of view

Sentimos muito as perdas de vidas e não há palavras para exprimi-lo - Carsten Spohr

Pela primeira vez desde o despenhamento, aparentemente provocado intencionalmente pelo copiloto do aparelho, Carsten Spohr falou em inglês: “We are just very, very sorry”.

Na tradução, em português: “Estamos muito, muito desolados que um acidente tão terrível tenha acontecido na Lufthansa, onde colocamos tanta ênfase na segurança. Sentimos muito as perdas de vidas e não há palavras para exprimi-lo.”

O diretor-geral da Lufthansa, proprietária da low-cost Germanwings, agradeceu ainda aos diferentes serviços franceses o trabalho realizado na recolha dos destroços do aparelho e dos restos mortais das 150 pessoas que iam a bordo.

Spohr recusou-se, contudo a responder aos jornalistas que o questionavam sobre o copiloto Andreas Lubitz.