Última hora

Última hora

Liga Francesa ao rubro, Ronaldo com o pé quente

A luta pelo título nos principais campeonatos europeus está longe de ser das mais emotivas. Juventus e Bayern já podem encomendar as faixas, o

Em leitura:

Liga Francesa ao rubro, Ronaldo com o pé quente

Tamanho do texto Aa Aa

A luta pelo título nos principais campeonatos europeus está longe de ser das mais emotivas. Juventus e Bayern já podem encomendar as faixas, o Chelsea lidera tranquilamente em Inglaterra e mesmo o Barcelona tem quatro pontos de vantagem sobre os arquirrivais do Real Madrid.

A exceção vem de França, onde quatro equipas ainda podem sonhar com o título. Uma delas, no entanto, sofreu um rude golpe nas aspirações este fim de semana: o Marselha, derrotado em casa pelo líder Paris Saint-Germain.

No Vélodrome, a equipa de Marcelo Bielsa esteve por duas vezes em vantagem (com dois golos de André-Pierre Gignac) mas viu a formação da capital dar a volta ao marcador no segundo tempo.

Uma derrota certamente difícil de digerir (Gignac e André Ayew foram mesmo expulsos nos descontos) e que deixou o Marselha está já a cinco pontos da liderança.

Em segundo continua o Lyon, que venceu em Guimgamp por 3-1 e continua a morder os calcanhares aos parisienses.

Pode consultar aqui todos os resultados e classificações do futebol europeu.

Lewandowski volta a trair o Borussia

Na Alemanha, o duelo entre Borussia e Bayern não teve a importância de outros tempos, em que praticamente decidia o título, mas nem por isso deixou de ter motivos de interesse.

O principal prendia-se com o regresso de Robert Lewandowski a Dortmund e o polaco quebrou mais uma vez o coração aos adeptos locais ao marcar o único golo da partida.

Os bávaros lideram tranquilamente com dez pontos de vantagem sobre o Wolfsburg e estão a apenas quatro vitórias de revalidar o título na Bundesliga.

Chuva de golos em Madrid

Que Cristiano Ronaldo era uma máquina de fazer golos, já se sabia. Que o português andava longe do fulgor de outros tempos, também.

Este domingo o Bola de Ouro 2014 tirou a barriga de misérias e pela primeira vez na carreira fez por cinco vezes o gosto ao pé no mesmo encontro.

Ronaldo esteve imparável na goleada frente ao Granada por números que já não se usam: 9-1. A proeza do madeirense até pode ter sido suficiente para o colocar de novo na liderança do pichichi (36 golos contra 32 de Messi) mas na classificação que verdadeiramente importa, é o Barcelona que segue na frente.

Os catalães passaram por dificuldades em Vigo mas conquistaram os três pontos graças a um golo de cabeça de Jérémy Mathieu.

Chelsea segue tranquilo

Em Inglaterra o Chelsea prossegue o seu passeio. Sem brilhar, a equipa de José Mourinho conquistou os três pontos na receção ao Stoke.

O melhor momento do encontro, no entanto, foi protagonizado por um jogador dos forasteiros.

Charlie Adam cometeu a proeza de marcar com um chapéu de 60 metros a Thibaut Courtois.

Na Serie A, a Juventus segue imparável rumo a mais um scudetto. A equipa de Turim não sentiu grandes dificuldades para se impor ao Empoli por 2-0.

Tem já uma vantagem de 14 pontos sobre a Roma, a equipa da capital deu um passo importante para garantir um lugar na próxima edição da Liga dos Campeões ao receber e vencer o Nápoles com um tento solitário de Pjanić.

Major League Soccer faz 19 anos

Nos Estados Unidos o futebol é quase uma religião. O futebol americano, claro está. Aquele que bem conhecemos dos relvados europeus tem uma história bem mais recente e tem vindo a crescer em popularidade.

O primeiro encontro da Major League Soccer foi jogado a 6 de abril de 1996. O San Jose Clash recebeu o DC United e venceu graças a um tento solitário de Eric Wynalda a dois minutos dos noventa.

Quem riu por último, no entanto, foi a equipa da capital que acabaria por conquistar o título impondo-se ao Los Angeles Galaxy na final por 3-2.

A edição inaugural da MLS foi jogada por dez equipas, metade das que participam na edição atual.