EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Liga Francesa ao rubro, Ronaldo com o pé quente

Liga Francesa ao rubro, Ronaldo com o pé quente
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa com Cinzia Rizzi
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A luta pelo título nos principais campeonatos europeus está longe de ser das mais emotivas. Juventus e Bayern já podem encomendar as faixas, o

PUBLICIDADE

A luta pelo título nos principais campeonatos europeus está longe de ser das mais emotivas. Juventus e Bayern já podem encomendar as faixas, o Chelsea lidera tranquilamente em Inglaterra e mesmo o Barcelona tem quatro pontos de vantagem sobre os arquirrivais do Real Madrid.

A exceção vem de França, onde quatro equipas ainda podem sonhar com o título. Uma delas, no entanto, sofreu um rude golpe nas aspirações este fim de semana: o Marselha, derrotado em casa pelo líder Paris Saint-Germain.

No Vélodrome, a equipa de Marcelo Bielsa esteve por duas vezes em vantagem (com dois golos de André-Pierre Gignac) mas viu a formação da capital dar a volta ao marcador no segundo tempo.

Uma derrota certamente difícil de digerir (Gignac e André Ayew foram mesmo expulsos nos descontos) e que deixou o Marselha está já a cinco pontos da liderança.

Em segundo continua o Lyon, que venceu em Guimgamp por 3-1 e continua a morder os calcanhares aos parisienses.

Pode consultar aqui todos os resultados e classificações do futebol europeu.

Lewandowski volta a trair o Borussia

Na Alemanha, o duelo entre Borussia e Bayern não teve a importância de outros tempos, em que praticamente decidia o título, mas nem por isso deixou de ter motivos de interesse.

O principal prendia-se com o regresso de Robert Lewandowski a Dortmund e o polaco quebrou mais uma vez o coração aos adeptos locais ao marcar o único golo da partida.

Os bávaros lideram tranquilamente com dez pontos de vantagem sobre o Wolfsburg e estão a apenas quatro vitórias de revalidar o título na Bundesliga.

Chuva de golos em Madrid

Que Cristiano Ronaldo era uma máquina de fazer golos, já se sabia. Que o português andava longe do fulgor de outros tempos, também.

Este domingo o Bola de Ouro 2014 tirou a barriga de misérias e pela primeira vez na carreira fez por cinco vezes o gosto ao pé no mesmo encontro.

#Ronaldo foi o 7.º jogador do #RealMadrid a marcar 5 golos num jogo em La Liga, depois de Alday, Alsua, Munoz, Pepillo, Puskas e Morientes.

— playmaker stats (@playmakerstats) 5 abril 2015

Ronaldo esteve imparável na goleada frente ao Granada por números que já não se usam: 9-1. A proeza do madeirense até pode ter sido suficiente para o colocar de novo na liderança do pichichi (36 golos contra 32 de Messi) mas na classificação que verdadeiramente importa, é o Barcelona que segue na frente.

Os catalães passaram por dificuldades em Vigo mas conquistaram os três pontos graças a um golo de cabeça de Jérémy Mathieu.

[CLASIFICACIÓN] El líder mantiene su renta, 3 equipos pelean por Champions y emoción por abajo http://t.co/FbnsssHcx9pic.twitter.com/ctLjlsKw4H

— LigaBBVA (@LigaBBVA) 6 abril 2015

Chelsea segue tranquilo

Em Inglaterra o Chelsea prossegue o seu passeio. Sem brilhar, a equipa de José Mourinho conquistou os três pontos na receção ao Stoke.

O melhor momento do encontro, no entanto, foi protagonizado por um jogador dos forasteiros.

Charlie Adam cometeu a proeza de marcar com um chapéu de 60 metros a Thibaut Courtois.

Na Serie A, a Juventus segue imparável rumo a mais um scudetto. A equipa de Turim não sentiu grandes dificuldades para se impor ao Empoli por 2-0.

Tem já uma vantagem de 14 pontos sobre a Roma, a equipa da capital deu um passo importante para garantir um lugar na próxima edição da Liga dos Campeões ao receber e vencer o Nápoles com um tento solitário de Pjanić.

PUBLICIDADE

Major League Soccer faz 19 anos

Nos Estados Unidos o futebol é quase uma religião. O futebol americano, claro está. Aquele que bem conhecemos dos relvados europeus tem uma história bem mais recente e tem vindo a crescer em popularidade.

O primeiro encontro da Major League Soccer foi jogado a 6 de abril de 1996. O San Jose Clash recebeu o DC United e venceu graças a um tento solitário de Eric Wynalda a dois minutos dos noventa.

Quem riu por último, no entanto, foi a equipa da capital que acabaria por conquistar o título impondo-se ao Los Angeles Galaxy na final por 3-2.

A edição inaugural da MLS foi jogada por dez equipas, metade das que participam na edição atual.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Teddy Riner campeão em Paris pela oitava vez

Clarisse Agbegnenou e Matthias Casse triunfam no Grand Slam de Paris

Judocas da casa brilham no Grand Slam de Paris