This content is not available in your region

Rússia afirma ter morto o líder do principal grupo islamita do Cáucaso

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Rússia afirma ter morto o líder do principal grupo islamita do Cáucaso

<p>O líder do principal grupo jihadista russo foi morto durante uma operação das forças especiais, na república do Daguestão. </p> <p>Segundo Moscovo, Aliaskhab Kebekov foi abatido juntamente com outros dois militantes do grupo islamita, durante o cerco de uma residência em Buynaksk, onde se encontrava refugiado.</p> <p>A morte do teólogo de 43 anos foi confirmada também por vários sítios islamitas na Internet.</p> <p>Kebekov tinha assumido a liderança do grupo armado Emirado do Cáucaso, em março do ano passado. O movimento islamita radical, próximo da rede Al-Qaida, e que reúne vários separatistas da Chechénia e do Daguestão, defende há anos a criação de um califado nas regiões do Cáucaso norte.</p> <p>A organização tinha reivindicado um atentado, em Dezembro, na capital da Chechénia, que provocou a morte de 15 polícias, ferindo 36 outras pessoas. </p> <p>O anterior líder do grupo, Doku Umarov, tinha sido morto em 2013, alegadamente por envenenamento, depois de ter ameaçado atacar-se aos jogos olímpicos de Sotchi na Rússia.</p>