This content is not available in your region

Ucrânia lembra vítimas de Chernobil

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Ucrânia lembra vítimas de Chernobil

<p>Por ocasião do vigésimo nono aniversário de Chernobil, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, prestou homenagem às vítimas do desastre nuclear.</p> <p>Depois de depositar flores no memorial aos bombeiros que sacrificaram a vida no combate ao incêndio, Poroshenko visitou a construção do novo confinamento de segurança do complexo nuclear.</p> <p>O enviado da Euronews reporta: <br /> “Este arco do tamanho de um prédio de trinta andares tem que cobrir totalmente o quarto reactor nuclear de Chernobil em 2017. A Ucrânia precisa de recolher cerca de 500 milhões de euros para este projecto. Alguns países europeus doadores manifestaram disponibilidade para prestar ajuda financeira”.</p> <p>Foi no dia 26 de abril de 1986 <br /> que se deu uma explosão no quarto reator da Central Nuclear de Chernobil, na Ucrânia, e que matou cerca de 50 pessoas.</p> <p>A deflagração, seguida de incêndio, libertou para a atmosfera 200 toneladas de material radiativo equivalente a entre 100 e 500 bombas atómicas como as de Hiroshima.</p> <p>As partículas contaminaram um território de cerca de 200 mil quilómetros quadrados e afetaram mais de 5 milhões de pessoas.</p> <p>Este domingo, milhares de manifestantes reuniram-se em Minsk, capital da Bielorrússia, um dos países afetados pelas radiações, e protestaram contra a construção de uma central nuclear em Ostrovets, localizada a cerca de 160 quilómetros a noroeste de Minsk, perto da fronteira com a Lituânia.</p>