Última hora

Última hora

Aumenta o número de vítimas mortais no Nepal

O número de mortos no Nepal já ultrapassa os cinco mil. O mais recente balanço do Centro Nacional de Operações de Emergência aponta ainda para cerca

Em leitura:

Aumenta o número de vítimas mortais no Nepal

Tamanho do texto Aa Aa

O número de mortos no Nepal já ultrapassa os cinco mil. O mais recente balanço do Centro Nacional de Operações de Emergência aponta ainda para cerca de 11 mil feridos e perto de meio milhão de deslocados.

O sismo de magnitude 7,8 na escala de Richter atingiu o país este sábado e, desde então, já se registaram cerca de uma centena de replicas.

Milhares de pessoas estão a dormir na rua e o desespero começa a tomar conta da população.

“Não temos comida nem água. Estamos aqui desde o primeiro dia e até agora não recebemos nada do governo. Por isso, continuamos à espera. As pessoas estão preocupadas” refere um sobrevivente.

“As crianças e os idosos têm de dormir na rua. Ninguém está a cuidar de nós. Temos de ficar no exterior porque há falta de espaço. Não sabemos o que fazer, nem para onde ir” acrescenta uma mulher.

A UNICEF diz que um milhão de crianças precisa de ajuda humanitária urgente

O executivo nepalês decretou três dias de luto nacional em memória das vítimas, que tanto o chefe de Governo como as organizações humanitárias no terreno admitem que possam chegar às 10 mil.

Muitas aldeias continuam isoladas e o regresso da chuva não está a facilitar o trabalho das equipas de resgate.

A verdadeira dimensão da catástrofe pode, por isso, só vir a ser conhecida dentro de algumas semanas.