Última hora

Última hora

Rússia: Fogo-de-artifício no culminar dos festejos do final da Segunda Guerra Mundial

Festejos em Moscovo foram os maiores jamais realizados para assinalar o final da Segunda Guerra Mundial

Em leitura:

Rússia: Fogo-de-artifício no culminar dos festejos do final da Segunda Guerra Mundial

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia terminou os festejos do final da Segunda Guerra Mundial com um enorme fogo-de-artifício na Praça Vermelha.

Point of view

"Estamos agradecidos aos povos da Grã-Bretanha, França e EUA pela sua contribuição para a vitória", Vladimir Putin, Presidente da Rússia

Os festejos culminaram com um desfile militar considerado como o maior jamais feito para assinalar a vitória russa sobre a Alemanha nazi.

O desfile contou com a presença de vários líderes estrangeiros. Governantes ocidentais permaneceram afastados em sinal de protesto contra a situação na Ucrânia.

“Esta enorme vitória permanecerá um ponto alto da história do nosso país. Mas não esquecemos os nossos aliados da coligação anti-Hitler. Estamos agradecidos aos povos da Grã-Bretanha, França e EUA pela sua contribuição para a vitória” afirmou o líder russo, Vladimir Putin, num discurso.

Cerca de três dezenas de governantes estrangeiros acompanharam o presidente russo na tradicional cerimónia realizada no túmulo do soldado desconhecido.

Em destaque esteve a presença do presidente chinês, Xi Jinping entre outros líderes de antigas repúblicas soviéticas e da América Latina.