Última hora

Última hora

Comércio eletrónico e bloqueio geográfico

O que é que a Europa pode fazer relativamente ao bloqueio geográfico que impede o comércio transfronteiriço na internet?

Em leitura:

Comércio eletrónico e bloqueio geográfico

Tamanho do texto Aa Aa

O que é que a Europa pode fazer relativamente ao bloqueio geográfico que impede o comércio transfronteiriço na internet? Orla, Dublin

Ursula Pachl, BEUC – Organização do Consumidor Europeu:

Há muitas razões que levam os consumidores a não fazerem compras noutros países. Apenas 15 por cento dos consumidores o fazem atualmente. A falta de confiança é uma dessas razões. Os consumidores preocupam-se com o que pode acontecer se algo correr mal, ou estão preocupados com a entrega: o produto vai mesmo ser entregue quando pago antecipadamente? No entanto, uma razão importante é o chamado geo-blocking.

Há práticas do vendedores que não permitem aos consumidores fazerem compras a partir de outros países. Por exemplo, os consumidores ficam muitas vezes frustrados quando no fim do processo em linha recebem uma mensagem a dizer que não se fazem entregas no seu país. Eles são redirecionados para uma loja nacional porque o vendedor tem web sites no país e pretende que o consumidor compre nesses sítios porque, provavelmente, o preço é mais elevado.

Agora, o que vimos no dia 6 de maio é bastante promissor: uma estratégia completa da Comissão Europeia sobre o mercado único digital. A Comissão anunciou recentemente que iria fazer uma investigação para acabar com as práticas monopolistas no setor. Nós pensamos que existem muitas práticas que na verdade são uma fragmentação do mercado e que são implementadas voluntariamente pelas empresas. Deve-se investigar se estas práticas são anticoncorrenciais e, se for o caso, a Comissão deve agir contra essas companhias.

Se deseja colocar uma pergunta, clique no botão abaixo.