Última hora

Última hora

Bandeira americana regressa a Cuba ao fim de 54 anos

A bandeira americana está de novo hasteada na capital cubana. A ausência de 54 anos terminou esta sexta-feira, numa cerimónia histórica porque

Em leitura:

Bandeira americana regressa a Cuba ao fim de 54 anos

Tamanho do texto Aa Aa

A bandeira americana está de novo hasteada na capital cubana. A ausência de 54 anos terminou esta sexta-feira, numa cerimónia histórica porque simboliza um virar de página nas relações entre Cuba e os Estados Unidos. A abertura oficial da embaixada americana em Havana também ficou marcada pela presença de John Kerry, naquela que foi a primeira visita de um responsável pela diplomacia de Washington à ilha das Caraíbas desde 1945.

E porque o momento era solene, Kerry também falou em espanhol:

“Estamos certos de que este é o momento de nos aproximarmos. Dois povos que já não são inimigos nem rivais, mas sim vizinhos. É o momento de içar as nossas bandeiras ao vento para mostrar ao mundo que desejamos o melhor para uns e outros.”

John Kerry também endereçou alguns recados ao governo cubano e ao Congresso americano, de quem depende o levantamento do embargo que isola Cuba há cinco décadas.

Outro momento emocionante foi a leitura do poema “Coisas do Mar” de Richard Blanco. O autor americano, nascido em Espanha e filho de exilados cubanos, declamou um texto escrito para a ocasião no qual apela à união dos povos separados pelo Estreito da Florida.