EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Bandeira americana regressa a Cuba ao fim de 54 anos

Bandeira americana regressa a Cuba ao fim de 54 anos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A bandeira americana está de novo hasteada na capital cubana. A ausência de 54 anos terminou esta sexta-feira, numa cerimónia histórica porque

PUBLICIDADE

A bandeira americana está de novo hasteada na capital cubana. A ausência de 54 anos terminou esta sexta-feira, numa cerimónia histórica porque simboliza um virar de página nas relações entre Cuba e os Estados Unidos. A abertura oficial da embaixada americana em Havana também ficou marcada pela presença de John Kerry, naquela que foi a primeira visita de um responsável pela diplomacia de Washington à ilha das Caraíbas desde 1945.

E porque o momento era solene, Kerry também falou em espanhol:

“Estamos certos de que este é o momento de nos aproximarmos. Dois povos que já não são inimigos nem rivais, mas sim vizinhos. É o momento de içar as nossas bandeiras ao vento para mostrar ao mundo que desejamos o melhor para uns e outros.”

John Kerry também endereçou alguns recados ao governo cubano e ao Congresso americano, de quem depende o levantamento do embargo que isola Cuba há cinco décadas.

Outro momento emocionante foi a leitura do poema “Coisas do Mar” de Richard Blanco. O autor americano, nascido em Espanha e filho de exilados cubanos, declamou um texto escrito para a ocasião no qual apela à união dos povos separados pelo Estreito da Florida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centenas de cubanos visitam navio de guerra russo

Rússia envia submarino nuclear para Cuba para reavivar diplomacia naval

ONU vota contra embargo norte-americano a Cuba