Última hora

Última hora

Síria: Rússia ataca cidade bastião do autoproclamado Estado Islâmico

A presença da aviação russa nos céus da Síria é evidente. Caças bombardeiros do exército de Moscovo sobrevoaram a zona de Idlib durante o dia de

Em leitura:

Síria: Rússia ataca cidade bastião do autoproclamado Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

A presença da aviação russa nos céus da Síria é evidente. Caças bombardeiros do exército de Moscovo sobrevoaram a zona de Idlib durante o dia de sexta-feira. Também evidentes são as marcas deixadas pelos bombardeamentos na região de Dair al Asafeer E pela primeira vez desde o início desta intervenção foram atingidos alvos na província de Raqqa, no leste da Síria, capital do autoproclamado Estado Islâmico.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, foram mortos pelo menos 12 membros da organização jiadista.

O Ministério da Defesa russo, num comunicado, informou que os ataques aéreos visaram, entre outros alvos, “um posto de comando camuflado em Kasrat Faraj”, a sudoeste da cidade. Foi ainda atacado um campo de treino próximo da cidade de Maadan Jadid. No total, foram atingidos 18 alvos em todo o país.

Esta sexta-feira foram registados ataques realizados pelo exército de Bashar al-Assad.

Na cidade de Douma, imagens divulgadas na internet mostram civis a fugir com crianças e edifícios que foram parcialmente detruídos. Não foi divulgado quem seriam os alvos destas ações, se as organizações jihadistas ou grupos de opositores ao regime de Assad.