Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Síria: Rússia ataca cidade bastião do autoproclamado Estado Islâmico

Síria: Rússia ataca cidade bastião do autoproclamado Estado Islâmico
Tamanho do texto Aa Aa

A presença da aviação russa nos céus da Síria é evidente. Caças bombardeiros do exército de Moscovo sobrevoaram a zona de Idlib durante o dia de sexta-feira. Também evidentes são as marcas deixadas pelos bombardeamentos na região de Dair al Asafeer E pela primeira vez desde o início desta intervenção foram atingidos alvos na província de Raqqa, no leste da Síria, capital do autoproclamado Estado Islâmico.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, foram mortos pelo menos 12 membros da organização jiadista.

O Ministério da Defesa russo, num comunicado, informou que os ataques aéreos visaram, entre outros alvos, “um posto de comando camuflado em Kasrat Faraj”, a sudoeste da cidade. Foi ainda atacado um campo de treino próximo da cidade de Maadan Jadid. No total, foram atingidos 18 alvos em todo o país.

Esta sexta-feira foram registados ataques realizados pelo exército de Bashar al-Assad.

Na cidade de Douma, imagens divulgadas na internet mostram civis a fugir com crianças e edifícios que foram parcialmente detruídos. Não foi divulgado quem seriam os alvos destas ações, se as organizações jihadistas ou grupos de opositores ao regime de Assad.