Última hora

Última hora

União Europeia procura apoio da Turquia para fazer face ao fluxo de refugiados

De visita a Bruxelas, o presidente turco esteve reunido, esta segunda-feira, com dirigentes europeus, que procuram um entendimento em nome de um

Em leitura:

União Europeia procura apoio da Turquia para fazer face ao fluxo de refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

De visita a Bruxelas, o presidente turco esteve reunido, esta segunda-feira, com dirigentes europeus, que procuram um entendimento em nome de um plano de ação comum para fazer frente à crise de refugiados.

As negociações adivinham-se difíceis atendendo aos desafios em causa. Recep Tayyip Erdoğan disse que a Turquia está pronta a cooperar, mas não deixou de apresentar números: “Neste momento, a Turquia acolhe cerca de 2,5 milhões de refugiados. Gastámos 7,8 mil milhões de dólares e recebemos da comunidade internacional 417 milhões. Na Europa, nesta fase, há 250 mil refugiados e migrantes.”

Em troca, Erdogan espera da União Europeia, entre outras coisas, uma agilização do processo de adesão da Turquia e o fim dos vistos para cidadãos turcos em toda a Europa. Em Bruxelas, ouviu palavras de apoio da parte do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker: “Sou verdadeiramente a favor de superarmos a barreira dos vistos, de acelerar-mos o processo. A Turquia tem de estar na lista de países seguros.”

Gülsüm Alan, euronews – “A crise migratória será novamente debatida, na quinta-feira, no Luxemburgo. O encontro de alto nível reunirá responsáveis europeus, representantes dos países dos Balcãs Ocidentais e da Turquia.”