Última hora

Última hora

Israel/Palestina: Novos ataques à faca

Mais um palestiniano morto, depois de ter tentado esfaquear um soldado israelita num "checkpoint" na Cisjordânia. Em Telavive, três pessoas foram feridas à facada.

Em leitura:

Israel/Palestina: Novos ataques à faca

Tamanho do texto Aa Aa

A “guerra das facas” entre israelitas e palestinianos conheceu novos episódios esta segunda-feira. Um homem tentou apunhalar um soldado israelita no posto de controlo de Al-Jalameh, na Cisjordânia, e foi morto a tiro pelos militares. Em Telavive, três pessoas foram feridas à facada.

Este cenário tem-se repetido ao longo das últimas semanas. A onda de ataques à faca custou já a vida a 69 palestinianos ou árabes israelitas e nove israelitas judeus.

Contra esta nova forma de ataque, Israel responde com uma nova arma: a de não entregar os corpos às famílias, ou pelo menos demorar o máximo de tempo possível a entregá-los, tentando assim demover os candidatos a mártires.

Segundo a tradição muçulmana, os corpos devem ser sepultados nas horas que se seguem à morte da pessoa.

Os restos mortais de Omar Al Faqeh e Mohammed Shamasni, dois jovens mortos em meados de outubro por Israel, depois de alegadamente terem tentado atacar as forças de segurança, só agora foram entregues às famílias.

Os funerais tiveram quase honras militares. O cortejo fúnebre foi escoltado pela polícia palestiniana.