Última hora

Em leitura:

Turquia: Atentado atribuído ao EI visa pela primeira vez turistas em Istambul


Turquia

Turquia: Atentado atribuído ao EI visa pela primeira vez turistas em Istambul

A Turquia voltou a ser palco de um atentado atribuído ao grupo Estado Islâmico, que visou pela primeira vez um grupo de turistas estrangeiros no centro de Istambul.

Pelo menos oito alemães e um peruano faleceram depois de um bombista suicida ter deflagrado uma carga explosiva na zona turística de Sultanamet, no centro de Istambul.

Uma testemunha do ataque afirma, “de repente vi uma grande explosão, como um terramoto que fez tremer o chão. Vi cadáveres e pessoas feridas deitadas no chão. Poucos minutos depois a polícia selou a área numa atmosfera de pânico”.

O ataque, que não foi reivindicado, visou um grupo de turistas estrangeiros, provocando igualmente 15 feridos, dois dos quais se encontram em estado grave.

Uma das vítimas hospitalizadas, um turista norueguês, afirma, “os médicos dizem que vou poder voltar a andar e isso é uma boa notícia”.

A ação ocorreu às 10 horas locais numa zona frequentada diariamente por milhares de turistas estrangeiros em Istambul, entre a basílica de Santa Sofia e a mesquita azul.

Segundo o primeiro-ministro turco, o atacante seria um homem de 28 anos de nacionalidade síria, nascido na Arábia Saudita e que teria entrado no país no início de Janeiro.

“Apelo a toda a humanidade. Precisamos de reagir com solidariedade, com união face aos ataques de Ancara e de Istambul, como o fizémos após os atentados de Paris”, afirmou Ahmet Davutoglu à saída de uma reunião de emergência do executivo.

As autoridades turcas tentam agora apurar se o ataque teria como objetivo cidadãos alemães, quando a maioria das vítimas mortais eram turistas do país.

O ministro dos Negócios estrangeiros alemão desloca-se esta quarta-feira à Turquia, depois de Angela Merkel ter condenado o ataque:

“Os terroristas são inimigos de todos os povos livres. São inimigos de toda a humanidade, quer estejam na Síria, Turquia, França ou Alemanha. É exatamente esta liberdade e a nossa determinação em combater estes terroristas, junto aos nossos aliados internacionais que vai prevalecer”, afirmou a Chanceler alemã.

A Alemanha assim como outros países europeus emitiram alertas para que os seus turistas redobrem a precaução em locais públicos na Turquia, quando Berlim não exclui a possibilidade de novos ataques no país.

O atentado de ontem é o quarto atribuído ao grupo Estado Islâmico desde junho, pouco depois de Ancara aliar-se à coligação militar que combate o grupo armado na vizinha Síria.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Finlândia: Primeiro-ministro não condena milícias de extrema-direita