This content is not available in your region

Comissão da ONU pede contas a criminosos de guerra da Síria

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
Comissão da ONU pede contas a criminosos de guerra da Síria

<p>Na Síria, tanto as forças leais ao governo como os opositores, sejam moderados ou extremistas, estão a cometer crimes de guerra, com tortura e execuções extrajudiciais.</p> <p>Nas prisões do regime, os presos de guerra incluem não só militares, como também civis, incluindo crianças. A conclusão está no <a href="http://www.ohchr.org/Documents/HRBodies/HRCouncil/CoISyria/A-HRC-31-CRP1_en.pdf">relatório</a> publicado agora pela <a href="http://www.ohchr.org/EN/HRBodies/HRC/IICISyria/Pages/IndependentInternationalCommission.aspx">Comissão Independente da <span class="caps">ONU</span> para os Crimes de Guerra na Síria</a>.</p> <p>“Aqueles que cometeram crimes de guerra e crimes contra a humanidade têm de prestar contas. Tal como o Alto Comissário para os Direitos Humanos realçou no dia um de fevereiro, no caso da Síria, temos o dever de lembrar que sempre que se ultrapassa a linha dos crimes de guerra e contra a humanidade não pode haver amnistias”, disse o diplomata brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro, presidente desta comissão.</p> <p>A comissão independente conta também com a antiga procuradora do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, Carla Del Ponte.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">UN: Syria 'Exterminating' Its Imprisoned Detainees <a href="https://t.co/KV41kOFrOE">https://t.co/KV41kOFrOE</a></p>— Blogs of War (@BlogsofWar) <a href="https://twitter.com/BlogsofWar/status/696714616655708161">February 8, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>