Última hora

Última hora

Protesto contra bombardeamentos turcos em Erbil

Erbil foi palco de um protesto contra os bombardeamentos turcos que visam o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, em território iraquiano. Centenas

Em leitura:

Protesto contra bombardeamentos turcos em Erbil

Tamanho do texto Aa Aa

Erbil foi palco de um protesto contra os bombardeamentos turcos que visam o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, em território iraquiano.

Centenas de manifestantes, muitos simpatizantes do PKK, juntaram-se em frente à representação da ONU na capital da região autónoma curda do norte do Iraque para denunciar as operações da Turquia.

Um participante diz que “o objetivo da manifestação é informar o público e as ONGs estrangeiras acerca dos ataques turcos na Síria, Cizre, Silopi, Nusaybin e Rojava. Todos estes ataques está a visar o povo curdo e a negar a existência do Curdistão”.

Cizre e várias outras cidades do sudeste da Turquia estão sob recolher obrigatório há um mês e meio e assistem a um êxodo da população, na sequência da ofensiva de Ancara contra o PKK, que inclui ataques a posições dos separatistas curdos no vizinho Iraque.

Segundo a imprensa turca, o presidente Recep Tayyip Erdogan insinuou a possibilidade de avançar também com uma intervenção militar na Síria. Na sexta-feira, o primeiro-ministro Ahmet Davutoglu descartou qualquer hipótese de retomar as negociações de paz com os rebeldes curdos, que cairam por terra no verão passado, depois de um cessar-fogo de mais de dois anos.