Última hora

Última hora

Síria: Presidente Assad quer recuperar controlo de todo o país

A chamada Força de Defesa Civil da Síria divulgou, esta sexta-feira, imagens do bairro de Sakba, a leste de Ghouta, minutos depois de ter sido alvo

Em leitura:

Síria: Presidente Assad quer recuperar controlo de todo o país

Tamanho do texto Aa Aa

A chamada Força de Defesa Civil da Síria divulgou, esta sexta-feira, imagens do bairro de Sakba, a leste de Ghouta, minutos depois de ter sido alvo de mais um bombardeamento. Ativistas locais falam em dezenas de civis feridos, mas ainda não há confirmação oficial sobre o número de mortos. Estes raides ocorrem depois de ter sido assinado, em Munique, um acordo para o fim das hostilidades.

Estes raides ocorrem na mesma altura em que o presidente Bashar al-Assad, numa entrevista à AFP, garantiu que quer recuperar o controlo de todo o país.

Entretanto, 25 camiões do Programa Alimentar Mundial, da ONU, atravessaram esta sexta-feira a fronteira entre a Turquia e a Síria para levar toda a ajuda possível a quem, agora, não pode passar para o lado turco.
A porta-voz da organização, Berna Cetin, explica que “se está a falar de dezenas de milhares de pessoas que estão a chegar à fronteira à procura de segurança e que fogem do conflito em Aleppo. O Programa Alimentar Mundial está a enviar todos os meses, centenas de camiões com bens de primeira necessidade para os deslocados”.

Como já não conseguem fugir para a Turquia, estes refugiados estão a concentrar-se em campos ainda em território sírio. Nesta altura são 30 mil, mas as organizações não governamentais acreditam que nos próximos dias podem chegar mais 40 mil pessoas.
Desde que o exército de Assad, apoiado pelos russos, conseguiu, no início do mês, cortar a principal rota de abastecimento que a ligava Aleppo à Turquia são milhares os que fogem todos os dias.