Última hora

Última hora

"Daesh" na Bélgica: 10 pessoas detidas em Bruxelas sob suspeita de recrutamento "jihadista"

Operação antiterrorismo motivou 9 rusgas na região da capital belga, nomeadamente, na comuna de Molenbeek-Saint-Jean.

Em leitura:

"Daesh" na Bélgica: 10 pessoas detidas em Bruxelas sob suspeita de recrutamento "jihadista"

Tamanho do texto Aa Aa

Polícia belga deteve esta terça-feira, na região de Bruxelas, 10 pessoas sob suspeita de pertencerem a uma rede de recrutamento a trabalhar para o “Daesh”, o grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico, que está instalado em zonas da Síria e do Iraque.

“A nossa investigação aponta para que diversas pessoas terão partido para a Síria para se juntarem ao grupo Estado Islâmico”, afirmou um procurador federal belga, em comunicado citado pela Reuters.

Os procuradores revelaram ter confiscado e estarem a analisar diverso equipamento informático e telemóveis. Os detidos estão sob interrogatório na divisão antiterrorismo da polícia federal belga de Liège. É esperado que ainda durante esta terça-feira, o juiz de instrução encarregue do caso decida sobre a eventual prisão preventiva dos suspeitos.

A Bélgica é um dos países com maior participação per capita em grupos militantes como o “Daesh” na Síria e no Iraque. A operação desta manhã incluiu 9 rusgas realizadas em vrias comunas da regio de Bruxelas como, por exemplo, Molenbeek-Saint-Jean, a zona de onde eram originários 3 dos terroristas identificados nos atentados de Paris.

Enquadradas no plano antiterrorismo da polícia federal belga, a operação desta terça-feira não tinha, no entantanto, qualquer ligação aos atentados que fizeram 130 mortos há 3 meses na capital francesa.

No alegado interesse da investigação em curso, as autoridades não revelaram quaisquer pormenores sobre os detidos.