This content is not available in your region

Migrações: ACNUR critica encerramento crescente de fronteiras

Access to the comments Comentários
De  Dulce Dias  com AFP, Reuters
Migrações: ACNUR critica encerramento crescente de fronteiras

<p>O problema dos refugiados não terá solução enquanto a guerra na Síria continuar. Constatação do Alto-comissário da <span class="caps">ONU</span> para os Refugiados (<span class="caps">ACNUR</span>) que, estas terça e quarta-feiras, esteve na Grécia, onde visitou acampamentos de migrantes e o Porto de Pireu, aonde só, esta semana, já chegaram 9000 pessoas.</p> <p>Fillipo Grandi defende que é preciso evitar que os migrantes morram no Mediterrâneo e critica os encerramentos de fronteiras.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-partner="tweetdeck"><p lang="en" dir="ltr">We are concerned by Balkan border closures – more from <a href="https://twitter.com/RefugeesChief"><code>refugeeschief</a> in Greece yesterday <a href="https://t.co/ZJUGORAR5R">https://t.co/ZJUGORAR5R</a> <a href="https://t.co/ecP7RdhhR8">pic.twitter.com/ecP7RdhhR8</a></p>&mdash; UN Refugee Agency (</code>Refugees) <a href="https://twitter.com/Refugees/status/702504854716092416">February 24, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>“Por um lado, estamos a ver cada vez mais fronteiras encerradas e por outro, não há novas ‘aberturas’. Quando vemos o fluxo de refugiados, a maneira como se movem, como encontram alternativas…. se o bloquearmos sem criar ‘aberturas’ bem geridas para realojamento, para ir buscá-los diretamente à Turquia, então o problema vai agravar-se, porque vai criar mais redes de ‘passadores’”, afirmou Fillipo Grandi.</p> <p>Durante a manhã, Grandi encontrou-se com Alexis Tsipras. A Grécia faz face a um enorme afluxo de refugiados que Atenas não consegue gerir sozinha.</p> <p>Esta quarta-feira, em Viena, celebra-se uma reunião com representantes da Albânia, Bósnia, Bulgária, Kosovo, Croácia, Macedónia, Montenegro, Sérvia e Eslovénia. A Grécia não foi convidada e Tsipas está furioso.</p>