Última hora

Última hora

Irão: Ventos de mudança na nação persa

As eleições legislativas e para a Assembleia de Peritos do Irão confirmaram a ascendência dos reformistas e moderados, liderados pelo presidente

Em leitura:

Irão: Ventos de mudança na nação persa

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições legislativas e para a Assembleia de Peritos do Irão confirmaram a ascendência dos reformistas e moderados, liderados pelo presidente Hassan Rouhani e por Akbar Hashemi Rafsanjani.

Após o escrutínio de sexta-feira, o parlamento está basicamente dividido quando em 2012, face a um boicote parcial dos reformistas, as eleições ofereceram dois terços da assembleia aos conservadores

“Apesar de uma grande parte dos rostos conhecidos dos reformistas não terem podido inscrever-se ou foram desqualificados, eles mostraram que são flexíveis e que se podem adaptar e, assim, proporem novos rostos. Como a população tem boas recordações da era dos reformistas e do presidente Khatami, foi dada a confiança ao movimento reformador”, diz Elias Hazrati,deputado reformista eleito.

Dos 290 assentos parlamentares, 103 são agora ocupados por conservadores e 95 pelos reformistas e moderados e 14 por independentes.

69 precisam de ir a uma segunda volta, pois não conseguiram votos suficientes.

Na eleição da importante Assembleia de Peritos, que tem a função de eleger o grande Ayatollah e supervisionar as suas funções, o organismo está dividido para, para já, dividido mas com importantes figuras conservadoras a ficarem de fora.

O correspondente da Euronews em Teerão, Javad Montazeri, explica que “pode-se dizer que o resultado desta eleição é uma vitória para os reformadores e moderados. Além de poder apoiar o governo de Rouhani, o novo parlamento pode também levar a cabo reformas económicas e políticas, alargar o relacionamento com os países ocidentais, e atrair investimento económico”.