Última hora

Última hora

Moscovo responde ao aumento das forças da NATO na fronteira russa com três novas divisões militares

O ministro da Defesa russo, Serguei Choigu, anunciou, esta quarta-feira, a criação de três divisões militares até ao final do ano, como resposta ao

Em leitura:

Moscovo responde ao aumento das forças da NATO na fronteira russa com três novas divisões militares

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro da Defesa russo, Serguei Choigu, anunciou, esta quarta-feira, a criação de três divisões militares até ao final do ano, como resposta ao aumento das forças da NATO na Europa do Leste.

O anúncio surge poucos dias depois de a Aliança Atlântica revelar a intenção de mobilizar quatro batalhões para os países Bálticos e Polónia.

“O Ministério da Defesa está a tomar medidas para prevenir que a NATO construa nas fronteiras russas.
Antes do fim do ano serão criadas duas divisões na circunscrição militar oeste e outra no sul. Neste momento, estamos a preparar os locais para as novas divisões”, afirmou Serguei Choigu.

A crise na Ucrânia provocou o pior impasse entre a Rússia e o Ocidente desde a Guerra Fria, com tensões altas na Europa centro-oriental e em torno da região nórdica, onde Moscovo tem intensificado exercícios militares.

A mais recente demonstração de poder militar da Rússia foi um exercício com forças especiais chechenas no Ártico.