Moscovo responde ao aumento das forças da NATO na fronteira russa com três novas divisões militares

Moscovo responde ao aumento das forças da NATO na fronteira russa com três novas divisões militares
De  Euronews com LUSA, REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ministro da Defesa russo, Serguei Choigu, anunciou, esta quarta-feira, a criação de três divisões militares até ao final do ano, como resposta ao

PUBLICIDADE

O ministro da Defesa russo, Serguei Choigu, anunciou, esta quarta-feira, a criação de três divisões militares até ao final do ano, como resposta ao aumento das forças da NATO na Europa do Leste.

O anúncio surge poucos dias depois de a Aliança Atlântica revelar a intenção de mobilizar quatro batalhões para os países Bálticos e Polónia.

“O Ministério da Defesa está a tomar medidas para prevenir que a NATO construa nas fronteiras russas.
Antes do fim do ano serão criadas duas divisões na circunscrição militar oeste e outra no sul. Neste momento, estamos a preparar os locais para as novas divisões”, afirmou Serguei Choigu.

A crise na Ucrânia provocou o pior impasse entre a Rússia e o Ocidente desde a Guerra Fria, com tensões altas na Europa centro-oriental e em torno da região nórdica, onde Moscovo tem intensificado exercícios militares.

A mais recente demonstração de poder militar da Rússia foi um exercício com forças especiais chechenas no Ártico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia dá início à votação antecipada para as eleições presidenciais

Opositor russo Boris Nemtsov recordado nove anos após a morte

Mãe de Navalny já viu o corpo do filho e diz estar a ser pressionada para aceitar funeral "secreto"