Última hora

Em leitura:

Omar Mateen: Um dedo no gatilho e um olho no Facebook durante atentado

mundo

Omar Mateen: Um dedo no gatilho e um olho no Facebook durante atentado

Publicidade

O homem que abateu 49 pessoas numa discoteca gay de Orlando teria publicado várias mensagens contra o ocidente e os Estados Unidos, antes e durante o ataque de domingo.

A revelação foi feita pela rede social Facebook, em resposta a um pedido de informação do departamento de segurança interna dos EUA.

Um novo vídeo de Omar Mateen de 29 anos emergiu nas últimas horas.

As imagens, incluídas no documentário “The big fix” sobre a maré negra de 2012, no Golfo do México, mostram o segurança, filmado com uma câmara oculta, a criticar abertamente o desinteresse da companhia BP em solucionar o problema.

Segundo o Facebook, Mateen teria procurado por notícias sobre o ataque, após abater as primeiras vítimas dentro da discoteca ‘Pulse’ e ao longo do sequestro de mais de três horas.

Na noite do ataque, o atirador teria igualmente ligado a um canal local News13 para reivindicar o ataque em nome do grupo Estado Islâmico.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte