Última hora

Em leitura:

MSF rejeita fundos europeus em protesto contra política migratória

mundo

MSF rejeita fundos europeus em protesto contra política migratória

Publicidade

A organização não-governamental Médicos Sem Fronteiras anunciou que renuncia a todos os financiamentos da União Europeia e dos seus Estados-membros. A decisão foi tomada para denunciar o que classifica de uma política migratória “vergonhosa”, em particular no que diz respeito ao polémico acordo assinado entre Bruxelas e Ancara em março.

O secretário-geral da ONG, Jérôme Oberreit, precisou que “a MSF denuncia as políticas nefastas de dissuação da Europa e a intensificação da tentativa de empurrar pessoas e os seus sofrimentos de volta para os países de origem. O acordo UE [Turquia] é o mais recente de uma longa lista de políticas que vão contra os valores e princípios que permitem a prestação de assistência”.

A ONG – que recebeu o Nobel da Paz em 1999 – indicou que os fundos europeus representaram 8 por cento do seu orçamento em 2015. Bruxelas afirmou, por seu lado, que a MSF só recebeu, no ano passado, 15 milhões de euros, cerca de um por cento do orçamento comunitário destinado a ajuda humanitária.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte