EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

MSF rejeita fundos europeus em protesto contra política migratória

MSF rejeita fundos europeus em protesto contra política migratória
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A organização não-governamental Médicos Sem Fronteiras anunciou que renuncia a todos os financiamentos da União Europeia e dos seus Estados-membros.

PUBLICIDADE

A organização não-governamental Médicos Sem Fronteiras anunciou que renuncia a todos os financiamentos da União Europeia e dos seus Estados-membros. A decisão foi tomada para denunciar o que classifica de uma política migratória “vergonhosa”, em particular no que diz respeito ao polémico acordo assinado entre Bruxelas e Ancara em março.

O secretário-geral da ONG, Jérôme Oberreit, precisou que “a MSF denuncia as políticas nefastas de dissuação da Europa e a intensificação da tentativa de empurrar pessoas e os seus sofrimentos de volta para os países de origem. O acordo UE [Turquia] é o mais recente de uma longa lista de políticas que vão contra os valores e princípios que permitem a prestação de assistência”.

A ONG – que recebeu o Nobel da Paz em 1999 – indicou que os fundos europeus representaram 8 por cento do seu orçamento em 2015. Bruxelas afirmou, por seu lado, que a MSF só recebeu, no ano passado, 15 milhões de euros, cerca de um por cento do orçamento comunitário destinado a ajuda humanitária.

We cannot accept funding from the EU or the Member States while at the same time treating the victims of their polices! Its that simple.

— MSF International (@MSF) June 17, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

János Bóka: "A Europa precisa ter algum tipo de relação com a Rússia"

Polónia e Lituânia apelam ao apoio da UE e da NATO para defender as suas fronteiras

Porque é que a UE deve estar atenta às eleições no Reino Unido?