Última hora

Em leitura:

"Há bactérias capazes de sobreviver a uma viagem interplanetária"

space

"Há bactérias capazes de sobreviver a uma viagem interplanetária"

In partnership with

Como garantir que a presença humana não vai contaminar Marte no âmbito das investigações científicas da missão ExoMars? Explicações de John Robert Brucato, astrobiólogo no Observatório Astrofísico de Arcetri, perto de Florença, e responsável pelo mecanismo de proteção planetária dos sensores Dreams, que viajam a bordo da ExoMars.

“Os instrumentos da ExoMars, cujo objetivo é procurar sinais de vida, têm de ser esterilizados para evitar a contaminação de Marte com vida terrestre. Há na Terra bactérias muito resistentes, capazes de aguentar condições ambientais extremas e de sobreviver a uma viagem interplanetária”, diz-nos Brucato.

Segundo o cientista, “o método para esterilizar remotamente os instrumentos consiste em colocá-los a alta temperatura, a 120 graus, durante várias horas ou dias até. Assim, garantimos que não há presença biológica a bordo.”

Artigo seguinte