Última hora

Em leitura:

Inundações mortíferas na China

mundo

Inundações mortíferas na China

Publicidade

Na China aumenta o número de vítimas mortais na sequência das inundações que desde há duas semanas fustigam o país. O Ministério dos Assuntos Civis forneceu o último balanço que aponta pelo menos 93 mortos e várias dezenas de desaparecidos.

As regiões mais efetdas pelas cheias são as províncias de Anhui, Jiangsu, Hubei, Jiangxi, Hunan e Guizhou e a região autónoma de Guangxi Zhuang. 56 mil habitações foram destruídas e mais de 1,48 milhões de pessoas tiveram de ser realojadas.

Na província central de Hubei 34 pessoas morreram e 11 desapareceram. Na província de Anhui, no leste do país, foram 27 as vítimas mortais e mais de uma dezena os desaparecidos. As autoridade chinesas mantém o alerta laranja para esta terça-feria, o segundo mais grave para chuva no sul e sudoeste do país.

Nesta fase os prejuízos ronda os 7 mil milhões de dólares, segundo a admnistração central. Cerca de 33 milhões de pessoas foram afetados em 26 províncias.

O Exército de Libertação do Povo, policiais e dezenas de moradores unem esforços para controlar a força das águas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte