This content is not available in your region

Obama entra em campo para apoiar Hillary Clinton

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
Obama entra em campo para apoiar Hillary Clinton

<p>Barack Obama acompanhou, pela primeira vez, Hillary Clinton na campanha eleitoral. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Fired up. Ready to go. <a href="https://t.co/DKgJbGCTNE">pic.twitter.com/DKgJbGCTNE</a></p>— Hillary Clinton (@HillaryClinton) <a href="https://twitter.com/HillaryClinton/status/750454711317397504">5 de julho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Foi na Carolina do Norte. Um momento importante para a mulher que quer ser presidente dos Estados Unidos:</p> <p>“Nunca houve um homem ou mulher melhor qualificado para esta função que Hillary Clinton. Estou aqui hoje porque acredito em Hillary Clinton e quero ajudar a elegê-la como próxima Presidente dos Estados Unidos da América”, afirmou Obama a uma plateia entusiasta.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Thanks, Obama. <a href="https://t.co/qL1JqkJHpX">pic.twitter.com/qL1JqkJHpX</a></p>— Hillary Clinton (@HillaryClinton) <a href="https://twitter.com/HillaryClinton/status/750426641344724992">5 de julho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A antiga Secretária de Estado de Barack Obama agradeceu o apoio do Presidente, enquanto na sua mira tem o republicano Donald Trump:</p> <p>“Conseguem imaginá-lo, sentado na sala Oval, da próxima vez que os Estados Unidos enfrentarem uma crise? O mundo agarra-se a cada palavra do presidente, e Donald Trump não é qualificado e não se ajusta, temperamentalmente, ao lugar de Presidente e comandante supremo”, referiu Clinton.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">“To be great, we can't be small. We have to be as big as the values that define America.” —Hillary <a href="https://t.co/RPCgLUrBTs">pic.twitter.com/RPCgLUrBTs</a></p>— Hillary Clinton (@HillaryClinton) <a href="https://twitter.com/HillaryClinton/status/750029259956166661">4 de julho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Mas sobre a cabeça de Clinton pesa ainda a questão do uso de e-mails privados em correspondências oficiais.</p> <p>O <span class="caps">FBI</span> recomendou que não fosse apresentada queixa contra a candidata mas o descontentamente, sobre esta questão, não vem apenas dos republicanos. Entre os democratas há quem não esteja muito satisfeito.</p>