Última hora

Em leitura:

Bélgica: Daesh reivindica ataque em Charleroi

mundo

Bélgica: Daesh reivindica ataque em Charleroi

Publicidade

O autoproclamado Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, deste sábado, em Charleroi, na Bélgica.

O homem que feriu duas agentes junto a uma esquadra da cidade foi, entretanto, identificado. Trata-se de um cidadão argelino de 33 anos. O atacante vivia no país desde 2012. Estava referenciado pela prática de vários crimes, mas não por terrorismo.

O autor da agressão que terá gritado “Alá é grande” foi atingido a tiro por um polícia e não resistiu aos ferimentos.

Durante uma conferência de imprensa, chefe de Governo belga apelou à tranquilidade da população.

“Repito a mensagem de que devemos manter o sangue frio e evitar entrar em pânico e não ceder ao terror. Porque se trata de uma armadilha” refere Charles Michel.

Um dia depois do ataque, o primeiro-ministro belga anunciou, ainda, que a segurança nas esquadras vai ser reforçada.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte