Última hora

Em leitura:

Síria: Manbij fora das mãos do Daesh ao fim de dois anos

mundo

Síria: Manbij fora das mãos do Daesh ao fim de dois anos

Publicidade

Depois de 73 dias, as Forças Democráticas Sírias (FDS) atingiram o controlo total da cidade de Manbij, no norte da Síria e perto da fronteira com a Turquia e a celebração teve lugar.

Os combatentes do auto proclamado Estado Islâmic, que resistiam servindo-se de civis como escudos humanos deixaram a cidade tomada há dois anos, em cerca de 500 carros e com civis a bordo, em direção a Jarablus, sob o controlo do Daesh.

As estradas que atravessam Manbij – e que seguem até Aleppo e Raqqa, onde o Daesh está sediado – tinham-se tornado cruciais para a movimentação dos efectivos do auto proclamado Estado Islâmico, assim como de armas e de mantimentos para fora e dentro da Síria.

Antes da retirada do Daesh, mais de 2 000 cidadãos sírios aprisionados em Manbij foram libertados, segundo Sharfan Darwish, das Forças Democráticas Sírias, apoiadas pelos Estados Unidos.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, 473 civis, dos quais 105 crianças, foram mortos desde o início da ofensiva na região de Manbij.

Durante o mesmo período, 299 elementos das forças democráticas sírias pereceram. 1019 jihadistas também.

Manbij é uma vitória para as forças sírias, uma das principais no combate antijihadista na Síria, onde a guerra já fez mais de 290 mil mortos desde março de 2011 e atirou para as estradas milhões de pessoas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte