Última hora

Em leitura:

Alemanha não consegue apaziguar tensões acerca de acordo UE-Turquia

mundo

Alemanha não consegue apaziguar tensões acerca de acordo UE-Turquia

Publicidade

“Não gosto absolutamente nada do que Erdogan está a fazer”, mas é preciso continuar a colaborar com a Turquia na questão dos refugiados. A declaração desta terça-feira do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schauble, acerca do acordo assinado em março entre Ancara e a União Europeia, suscitou uma rápida resposta do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan:

“A crise migratória provocada pela situação humanitária na Síria faz tremer de medo toda a Europa. A nossa nação está a cuidar atualmente de cerca de três milhões de sírios, enquanto os países europeus não são capazes de ocupar-se de três, cinco ou dez mil refugiados.. Não sabem o que fazer, ao ponto em que praticamente suspenderam determinados direitos humanos.”

Ancara ameaça suspender o acordo com Bruxelas, se a União Europeia não acabar rapidamente com a exigência de vistos para os cidadãos turcos.

Mas a Turquia terá de esperar, avisa o ministro alemão dos Assuntos Europeus, Michael Roth:

“A Turquia enfrenta um caminho bastante longo e difícil. Os critérios devem ser cumpridos, o que não é o caso de momento. Mas quero deixar claro que queremos e temos necessidade de uma Turquia europeia.”

Inicialmente previsto para junho, o fim dos vistos para os cidadãos turcos que pretendem entrar no território da União Europeia tem sido atrasado pelo contencioso acerca das leis antiterroristas promovidas pela Turquia e pela purga maciça conduzida por Ancara depois do golpe de Estado falhado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte