This content is not available in your region

Aumentar idade da reforma seria "estupidez", diz vice-chanceler alemão

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
Aumentar idade da reforma seria "estupidez", diz vice-chanceler alemão

<p>Se depender do atual vice-chanceler alemão, Sigmar Gabriel, o país não vai aumentar a idade da reforma para os 69 anos.</p> <p>O líder do partido de centro-esquerda <span class="caps">SPD</span> e número dois do governo de Angela Merkel, também ministro da economia, desvalorizou o <a href="http://observador.pt/2016/08/16/banco-central-quer-idade-da-reforma-nos-60-anos-na-alemanha/">relatório do Bundesbank</a> e acusou os responsáveis do banco central de andarem longe da realidade: “Se fosse banqueiro no Bundesbank também teria estas ideias. São pessoas com altos salários, pouco stress físico, uma longa esperança de vida e grandes pensões. Agora um artesão, uma vendedora ou uma enfermeira… Tenho a certeza que acharia a ideia estúpida e eu também acho”, disse.</p> <p>Atualmente a idade da reforma é de 65 anos, um número que vai ser gradualmente aumentado até chegar aos 67 anos em 2030. Como noutros países da Europa, o aumento da esperança de vida fez subir a idade da reforma.</p> <p>Gabriel alerta para os exageros: Ir mais longe pode significar passar diretamente do trabalho para o lar de idosos.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">In <a href="https://twitter.com/hashtag/Germany?src=hash">#Germany</a>, there are 53 retirees per 100 workers, figure will grow to 68 by 2030 <a href="https://twitter.com/hashtag/AgeingPopulation?src=hash">#AgeingPopulation</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/WorkingLate?src=hash">#WorkingLate</a> <a href="https://t.co/XqCyJ0gqDH">https://t.co/XqCyJ0gqDH</a></p>— Handelsblatt Global (@HandelsblattGE) <a href="https://twitter.com/HandelsblattGE/status/765468624513593345">August 16, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>