Última hora

Em leitura:

Obama visita Luisiana sob chuva de críticas

mundo

Obama visita Luisiana sob chuva de críticas

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Cercado pelas críticas, poucos dias depois da visita de Donald Trump, Barack Obama foi a Baton Rouge, na Luisiana, ver a dimensão dos estragos e confortar as famílias afetadas pelas maiores cheias no Estado desde o furacão Katrina, há mais de dez anos.

Obama terminou as férias em Martha’s Vineyard e garante que não foram as críticas nem a visita de Trump que o fizeram reagir: “Quero que o povo da Luisiana saiba que não está sozinho, mesmo depois das câmaras de televisão se terem ido embora. O país inteiro está do vosso lado, até que toda a gente esteja de volta a casa e tudo esteja reconstruído. Quero que todos os americanos se preocupem. No site volunteerlouisiana.gov podem ver qual a melhor forma de ajudar”.

As chuvas torrenciais, em apenas algumas horas, causaram inundações e fizeram 13 mortos. 89 mil pessoas pediram ajuda federal devido aos estragos. A tesouraria federal desbloqueou 120 milhões de dólares para recuperar os danos.

A Luisiana é um Estado particularmente vulnerável às cheias, devido ao rio Mississípi. Em 2005, o furacão Katrina fez 1800 mortos. É a maior catástrofe natural de sempre a atingir o Estado.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte