Última hora

Em leitura:

Turquia-UE: Schulz tenta apaziguar mas Ancara não cede

mundo

Turquia-UE: Schulz tenta apaziguar mas Ancara não cede

Publicidade

A tentativa de Martin Schulz para apaziguar as tensões entre a União Europeia e a Turquia não parece ter surtido grande efeito.

O presidente do Parlamento Europeu deslocou-se esta quinta-feira a Ancara, na primeira visita oficial de um dirigente europeu ao território turco desde a tentativa falhada de golpe de Estado de 15 de julho.

Schulz precisou que “no que diz respeito à liberalização de vistos”, a Turquia precisa de “implementar todos os critérios, incluíndo a reforma da legislação antiterrorista”. Mas também deixou “claro que todo o processo permanece em aberto, não está terminado, e ambos os lados podem avançar no sentido de se aproximarem”.

A “porta ligeiramente aberta” pelo presidente do Parlamento Europeu, não permitiu obter concessões por parte do primeiro-ministro turco.

Binali Yildirim afirmou que a Turquia “não pode fazer alterações nas leis antiterroristas, devido à situação que enfrenta atualmente, que é uma situação de vida ou de morte para os turcos. É um assunto que afeta a segurança da Turquia. E a Europa também precisa de lutar contra o terrorismo”.

Ancara tem ameaçado suspender o acordo concluído em março com a União Europeia para fazer face à crise migratória, devido aos atrasos na isenção de vistos aos cidadãos turcos que pretendem entrar no território comunitário.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte