Última hora

Em leitura:

Congresso rejeita veto de Obama a processos contra Arábia Saudita


EUA

Congresso rejeita veto de Obama a processos contra Arábia Saudita

O Congresso norte-americano rejeitou o veto de Barack Obama à lei que autoriza os próximos das vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 a avançar com processos legais contra a Arábia Saudita.

Depois de os senadores terem votado com 97 vozes pela rejeição do veto e apenas uma a favor, os eleitos da Câmara dos Representantes também se pronunciaram com 348 votos contra a decisão do presidente, face a 77 vozes favoráveis.

É a primeira vez nos oito anos na chefia de Estado que Obama vê bloqueado pelos parlamentares o direito de veto, a que recorreu em 12 instâncias durante os dois mandatos.

O presidente tinha vetado na sexta-feira a legislação que permitia a abertura de processos contra a Arábia Saudita, aliada dos Estados Unidos e cuja implicação nos atentados do 11 de setembro nunca foi demonstrada, apesar de 15 dos 19 responsáveis pelos ataques, que fizeram mais de três mil mortos, serem cidadãos sauditas.

Obama tinha estimado que a lei enfraquecia o princípio de imunidade dos Estados (e dos seus diplomatas) e poderia, num efeito de “boomerang”, expôr os Estados Unidos a processos em vários tribunais do mundo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Catalunha: independência a referendo em 2017