Congresso rejeita veto de Obama a processos contra Arábia Saudita

Congresso rejeita veto de Obama a processos contra Arábia Saudita
De  Rodrigo Barbosa com AFP / Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Congresso norte-americano rejeitou o veto de Barack Obama à lei que autoriza os próximos das vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 a avançar com processos legais contra a Arábia…

PUBLICIDADE

O Congresso norte-americano rejeitou o veto de Barack Obama à lei que autoriza os próximos das vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001 a avançar com processos legais contra a Arábia Saudita.

Depois de os senadores terem votado com 97 vozes pela rejeição do veto e apenas uma a favor, os eleitos da Câmara dos Representantes também se pronunciaram com 348 votos contra a decisão do presidente, face a 77 vozes favoráveis.

É a primeira vez nos oito anos na chefia de Estado que Obama vê bloqueado pelos parlamentares o direito de veto, a que recorreu em 12 instâncias durante os dois mandatos.

O presidente tinha vetado na sexta-feira a legislação que permitia a abertura de processos contra a Arábia Saudita, aliada dos Estados Unidos e cuja implicação nos atentados do 11 de setembro nunca foi demonstrada, apesar de 15 dos 19 responsáveis pelos ataques, que fizeram mais de três mil mortos, serem cidadãos sauditas.

Obama tinha estimado que a lei enfraquecia o princípio de imunidade dos Estados (e dos seus diplomatas) e poderia, num efeito de “boomerang”, expôr os Estados Unidos a processos em vários tribunais do mundo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy foi à Arábia Saudita procurar apoio para o plano de paz ucraniano

Morte de Alexei Navalny provoca reação internacional

Soluções para os principais desafios dos mercados de trabalho globais debatidas em Riade