Última hora

Última hora

Haiti: OMS alerta para risco de nova epidemia de cólera após passagem do furacão Matthew

A Organização Mundial de Saúde apela ao envio urgente de água potável para evitar uma nova epidemia de cólera no Haiti Dias depois da passagem do furacão Matthew, a OMS assim como várias organizações

Em leitura:

Haiti: OMS alerta para risco de nova epidemia de cólera após passagem do furacão Matthew

Tamanho do texto Aa Aa

A Organização Mundial de Saúde apela ao envio urgente de água potável para evitar uma nova epidemia de cólera no Haiti

Dias depois da passagem do furacão Matthew, a OMS assim como várias organizações humanitárias enviaram mais de um milhão de vacinas e dezenas de socorristas para o país.

Mas a devastação continua a atrasar a chegada da ajuda às regiões mais sinistradas.

Para Jean-Luc Poncelet, responsável da OMS no Haiti:

“A população está muito inquieta uma vez que ainda não chegou nenhum tipo de ajuda sistemática nos últimos dias. Tiveram que enfrentar um furacão durante muitas horas e necessitam de comida e água potável”.

Segundo os últimos números, a passagem do furacão teria provocado pelo menos 372 mortos em várias regiões do sul do país.

Segundo a ONU, cerca de 1,4 milhões de pessoas necessitam de ajuda urgente após a catástrofe natural.

Um sobrevivente afirma,

“As famílias são muito pobres, não têm nem água nem comida. Precisam de medicamentos, precisam de água pura. Peço-lhes que façam o máximo para poder ajudar-nos”.

Os Estados Unidos mobilizaram um navio militar e 12 helicópteros para distribuir cerca de 20 toneladas de ajuda humanitária.

Mas as dezenas de pontes e estradas destruídas continuam a atrasar a chegada dos víveres à população.

O país tinha sido já palco de uma epidemia de cólera após o terramoto de 2010, que provocou em poucos meses mais de 9 mil mortos.