Última hora

Bélgica nega acusações russas sobre ataque contra civis em Alepo

As operações militares na cidade síria de Alepo abrem uma crise diplomática entre a Rússia e a Bélgica.

Em leitura:

Bélgica nega acusações russas sobre ataque contra civis em Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

As operações militares na cidade síria de Alepo abrem uma crise diplomática entre a Rússia e a Bélgica.

Bruxelas convocou o embaixador russo esta noite, depois de Moscovo ter acusado a aviação belga de ter morto civis durante um ataque em Alepo.

Os caças belgas participam na coligação militar liderada pelos Estados Unidos.

O ministro belga da Defesa negou as acusações de Moscovo, nomeadamente sobre a morte de seis civis durante o ataque.

Para o ministro dos Negócios Estrangeiros belga, Didier Reynders,

“o segundo passo é o de comunicar esta informação ao responsável militar russo em Bruxelas, mas também ao embaixador para dizer-lhe que não estamos de acordo com as declarações e que é inaceitável anunciar este tipo de informações, sem contactar-nos e sem verificar os dados”.

Segundo o ministério da Defesa russo, dois F-16 belgas teriam sido localizados na região de Alepo, no momento em que um bombardeamento visou duas casas na noite de segunda a terça-feira.

As acusações surgem depois de Washington e aliados terem acusado Moscovo de atacar um comboio humanitário no final de Setembro em Alepo.